KROHNE e SAMSON introduzem joint venture e inovação

Krohne e Samson iniciaram uma cooperação (joint venture) culminando na criação de uma nova empresa chamada FOCUS ON, a recém fundada companhia foi anunciada durante uma conferência de imprensa realizada em Frankfurt no último dia 19 de setembro. A parceria se dedicará no desenvolvimento, produção e implementação de novos equipamentos inteligentes para a
indústria de processo 4,0. Coincidindo com o anúncio da parceria, a firma também revelou uma inovação que une válvula e tecnologia de medição com funções de diagnósticos em um único dispositivo. Esta combinação da instrumentação do processo e de controle marca a criação do primeiro “nó de processo inteligente” (Inteligent process node) do mundo, desenvolvido especificamente para as indústrias do processo, dizem os sócios.

KROHNE and SAMSON têm a mesma participação acionária na FOCUS-ON, A expansão em uma parceria estratégica em Instrumentação de processos e o estabelecimento de uma joint venture foi iniciada pelos CEOs Dr. Andreas Widl SAMSON, e Stephan Neuburger, KROHNE. “Na era da digitalização, as principais inovações só serão alcançadas com cooperações “, diz Widl com convicção, “e aqui os dois parceiros cooperam com total confiança” Nós trouxemos nossas ideias e é disso que surge a FOCUS-ON, onde agrupamos nossas abordagens inovadoras para controle descentralizado e manutenção preditiva, resultando no nó do processo inteligente como um primeiro produto”, Adiciona Neuburger.

A motivação tecnológica para o desenvolvimento do módulo é explicada pelo Dr. Thomas Steckenreiter, CTO da Samson: “Com a FOCUS-ON, estamos dando um passo decisivo a caminho de fábricas autônomas as quais produzirão e se auto ajustarão “Sua contraparte, o CTO na KROHNE, Dr. Attila Bilgic acrescenta, “O desenvolvimento da função de controle adaptativo foi apenas um primeiro passo, mais importante é a integração das funções diagnósticas e da inteligência artificial. Nosso atuador autônomo sabe seu status atual, pode prever condições futuras, e é capaz de aprender e pode adaptar-se às aplicações.” O nó de processo inteligente combina três funções: sensor, atuador e controle. O módulo mede o fluxo na tubulação, a válvula atua de forma independente para conseguir ajustar os pontos especificados. “Temos certeza de que este produto reduz significativamente a complexidade da planta. Outro benefício chave inclui a melhora no controle aumentando a eficiente dos recursos, bem como a capacidade de otimizar o processo através de diagnósticos extensivos. A disponibilidade da planta pode ser aumentada significativamente “, resume Neuburger.

Devido aos sensores de medição integrados do medidor de vazão, temperatura e a pressão, o dispositivo pode por exemplo reconhecer e prever a cavitação. O aumento do stress e o desgaste da válvula e da tubulação podem ser evitados ou significativamente reduzidos. Assim, as plantas podem ser operar por longos períodos sem interrupções não previstas, ou com menor tempo de paradas programadas.

As vendas deste produto deverão começar no primeiro trimestre de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *